(81) 3268-1931 | (81) 3040-0479

Acontece no CASAFORTE

Mensageiro da Família: A Primeira Infância e a aquisição da Linguagem.

27/09/2021 às 10:20h

Profissionalização da mulher. Necessidade de ambos os pais trabalharem. Famílias nucleares, muitas vivendo longe de parentes. Relações de vizinhança quase inexistentes ou cada vez mais formais, em consequência da verticalização das moradias. Meio ambiente: asfalto. Espaço: área cimentada; quintal cimentado, quando existe. Ausência. Sentimento de culpa. A referência para a educação dos filhos passa a ser, então, a qualidade do convívio. Mas os primeiros anos de vida são de um dinamismo intenso e compreendem o período mais propício para ações educativas formais ou informais. É o momento para estimular e desenvolver todas as capacidades, habilidades, aptidões, interesses, enfim, todas as potencialidades da criança, e o grande objetivo de tudo isso é o processo de aquisição da linguagem. 

 

Sabemos que a linguagem verbal é privilégio do ser humano. Somos os únicos a expressar, através da palavra - oral ou escrita - ações, emoções, sentimentos, experiências, conhecimentos... E ainda temos como suporte a linguagem não verbal para complementar o processo de comunicação: os gestos, os jeitos, os trejeitos. O desenho e a pintura. As cores. Os sons. Mas as nossas estruturas mentais entregam-se a uma tela linguística, e as palavras ficam dançando em nossa mente, cheias de significados.

 

De que forma, então, o processo linguístico é formalmente processado, em um período tão importante para a formação integral das nossas crianças? É só refletir! Nos primeiros meses de vida, o bebê passa a maior parte do tempo dormindo, mas aos dois meses já começa a apresentar comportamentos de interação muito eficientes: o choro, o sorriso e o movimento dos olhos. Dos dois aos oito meses, o bebê sorri regularmente, chega mesmo a gargalhar e gritar em resposta às brincadeiras dos adultos. A criança ainda não verbaliza, ou seja, não se expressa através de palavras, mas se comunica, sim.

 

E depois? Pouco a pouco surgem as primeiras tentativas para articular sílabas ainda mal compreendidas pelos adultos, que se vão juntando, e, em seguida vêm as primeiras palavrinhas que fazem os pais vibrarem de alegria, de satisfação: “- Já está falando!” É uma fase de desenvolvimento indiscutivelmente rápida. E nós? Temos consciência de que, nesses primeiros anos de vida, a criança passa por modificações significativas em tão curto espaço de tempo? Será que nos damos conta de que a criança lida com uma soma cada vez maior de conceitos (desenvolvimento cognitivo) e, à medida que vai crescendo, passa a expressá-los cada vez melhor através da linguagem?

 

Hoje, a aquisição da linguagem é enfática e abertamente estimulada pelo acesso à tecnologia, razão pela qual precisamos dar bem mais atenção ao estímulo do gosto pela leitura, que precisa ser despertado já na idade da pré-escola, através do contato com livros específicos folheados, manuseados, descobertos pelas crianças, através do conto e do reconto, tudo bem orientado por profissionais competentes. 

 

Na Primeira Infância, os objetivos relativos à linguagem são traçados com base na representação e incluem o despertar do imaginário da criança, a partir de uma simbologia própria que dá sentido à linguagem. E todo esse despertar é estimulado pela imitação, através de simulações, de termos e expressões onomatopaicas, de desenhos, da construção de maquetes... enfim, do estímulo ao encantamento próprio ao qual a criança se entrega em suas brincadeiras, fantasias, pressuposições. 

 

Os objetivos de apoio à aquisição da linguagem precisam ser desenvolvidos e alcançados. Afinal - e que isso fique esclarecido - a criança não vai à escola para brincar!  

           

Orientação Educacional – Psicologia 

Gestão Educacional

Imagem: Amanda Carvalho

 

Outras notícias

© Todos os direitos reservados.

Ensino Fundamental (do 1º ao 9º anos) e Educação Infantil - Regimento Escolar Substitutivo
Portaria SSE/PE - N.º 6012 de 18 de outubro de 2019 - Publicada no D.O.E de 19 outubro de 2019.